Presidente do PSB recebeu telefonema de Barbosa comunicando desistência

May 08 2018
(0) Comentários
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus

Vice-presidente da legenda, Beto Albuquerque defende que partido tenha outro candidato à Presidência

BRASÍLIA- O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, disse que recebeu um telefonema do ex-ministro Joaquim Barbosa na manhã desta terça-feira, comunicando de sua desistência da pré-candidatura à Presidência. Carlos Siqueira disse que Barbosa agiu com “sinceridade”com o PSB, porque sempre colocou a possibilidade de ser ou não candidato. Siqueira chamará uma reunião do comando nacional para avaliar a posição do PSB a partir de agora e disse que a questão de ter ou não outro candidato será analisada “com serenidade”. Ele disse que a parceria com Barbosa durou pouco, mas foi boa.

ANÁLISE: Sem Joaquim Barbosa, caminho do centro de afunila

Siqueira esteve com Barbosa na semana passada, no Rio de Janeiro, quando chegara, a discutir equipe para a campanha. Mas hoje veio a desistência do ex-ministro.

“Já no Rio ele me disse que estava dividido internamente, se seria ou não candidato. E hoje me telefonou (comunicando da decisão). Ele disse que queria agradecer ao PSB pela receptividade, mas que sua decisão era de não concorrer. E ninguém pode ser candidato se não quiser” — disse Siqueira ao GLOBO.

“Podia ser uma coisa ou outra (de ser ou não candidato). Por isso não há grande surpresa. Não temos nada a reclamar, tudo foi conforme o combinado. Agora, novos rumos” — disse Siqueira.

O vice-presidente nacional do PSB, o ex-deputado federal Beto Albuquerque (RS) disse nas redes sociais que “compreende” a decisão de Barbosa, mas defendeu que o partido tenha outro candidato disputando a eleição de outubro. Antes da filiação de Barbosa, o próprio Beto Albuquerque se colocara como alternativa, mas depois apoiou publicamente a intenção do ex-ministro do STF.

“Compreendo sua decisão pessoal, ministro. O Brasil pede socorro na política, por líderes cultos, inteligentes, rigorosos, éticos e vitoriosos pelo estudo e esforço próprio. Se definitiva sua decisão, creio que perdemos mais um pedaço de futuro promissor, decente e conduzido pelos bons”, escreveu Beto Albuquerque.

Em seguida, ele disse que o PSB tem que ocupar espaço na eleição com candidatura própria.

“Com esta decisão, reitero que nosso PSB deve ter candidato próprio a presidente e participar do grande debate nacional nesta eleição! Primeiro turno é hora de afirmar nosso programa e propostas para o Brasil”, declarou.

Joaquim Barbosa afirmou, na manhã desta terça-feira, em seu Twitter que não será mais candidato à Presidência da República na disputa eleitoral deste ano.

A cúpula do PSB foi pega de surpresa pelo anúncio, mas, nos bastidores, políticos do partido já duvidavam que Barbosa levasse sua intenção de concorrer até o fim. O ex-ministro vinha falando a interlocutores sobre os temores da família diante de uma disputa presidencial. Além disso, depois da filiação, ele vinha reduzindo os contatos com o PSB.

Posts Relacionados